Ontem

Uma seleção de alguns dos melhores textos publicados por CJ Dunlop no século XX

A Fábrica do Aterrado do Rio de Janeiro

A Fábrica do Aterrado do Rio de Janeiro

Na parte superior da fachada lê-se a inscrição latina: “Ex fumo dare lucem” (Do fumo, a luz). Muitos consideraram impróprio esse verso de Horácio como legenda ou epígrafe de uma fábrica de gás.

   continue lendo »
João do Rio e as antigas prisões do Rio de Janeiro

João do Rio e as antigas prisões do Rio de Janeiro

O cronista João do Rio visita uma prisão no início do século XX e relata o que vê: “Encontro ao lado de assassinos, de gatunos conhecidos, crianças ingênuas, rapazes do comércio, vendedores de jornais, uma enorme quantidade de seres que o desleixo das pretorias torna criminosos. Quase todos estão inclusos, ou no artigo 393 (vadiagem)”

   continue lendo »
A história da Associação Cristã de Moços (ACM)

A história da Associação Cristã de Moços (ACM)

Foi um jovem de 23 anos, chamado George Williams, quem fundou, em Londres, no dia 6 de junho de 1844, a primeira Associação Cristã de Moços. Não tardou que surgissem filiais na França, Holanda, Estados Unidos, Canadá, Índia e Austrália, tornando o “acemismo” obra de âmbito mundial.

   continue lendo »
Augusto Severo, o homem do dirigível

Augusto Severo, o homem do dirigível

Empolgado pelos estudos aeronáuticos, esse brasileiro de Macaíba imaginou um tipo de dirigível, e foi construí-lo em Paris. O dirigível de Augusto Severo era mais grosso em um extremo do que no outro, assemelhando-se a um melão.

   continue lendo »
A história do fotógrafo Augusto Malta

A história do fotógrafo Augusto Malta

Malta não começou a vida como fotógrafo. Em fins de 1888, vindo de Alagoas, onde nasceu na cidade de Paulo Afonso, empregou-se no comércio. Presenciou fatos memoráveis: viu quando Deodoro da Fonseca foi ao encontro da tropa, na antiga praça da Aclamação, no dia 15 de novembro

   continue lendo »
Quando CJ Dunlop sugeriu uma crônica a Rubem Braga

Quando CJ Dunlop sugeriu uma crônica a Rubem Braga

Charles Julius Dunlop nasceu em 1908 e nos deixou em 1987. Rubem Braga veio ao mundo em 1913, partiu em 1990. Não se sabe se um dia apertaram os ossos, aqui ou além, mas se admiravam.

   continue lendo »
Remo: as primeiras regatas do Rio de Janeiro

Remo: as primeiras regatas do Rio de Janeiro

A primeira “carreira” ou “aposta” de barcos no Rio de Janeiro ocorreu, segundo consta, a 20 de agosto de 1846. Realizou-se ao longo da praia de Santa Luzia, entre duas canoas – a Lambe-Água e a Cabocla.

   continue lendo »
A história e a receita do sucesso da Confeitaria Colombo

A história e a receita do sucesso da Confeitaria Colombo

Junto a uma das portas de entrada, bem à vista, havia um empadário de ferro e cristal e, mais para o centro do salão, um outro, ambos aquecidos, ambos a fumegar entre nuvens ligeiras de fumaça, com empadas, empadões, maravilhas, croquetes e pastéis, bem como toda a gama de petiscos da regional pastelaria…

   continue lendo »
As primeiras escaladas no Pão de Açúcar

As primeiras escaladas no Pão de Açúcar

Não há memória de que alguém haja escalado o Pão de Açúcar antes de 1817. Neste ano, porém, consta que lá subiu uma destemida inglesa, que hasteou por lá uma polêmica bandeira britânica.

   continue lendo »
Os bastidores da proclamação da República no Brasil

Os bastidores da proclamação da República no Brasil

Dentre os que tomaram parte no movimento revolucionário de 15 de novembro de 1889, que culminou na proclamação da República, o major Frederico Solon Sampaio foi, sem dúvida, um dos elementos de maior destaque, tendo desempenhado papel decisivo na organização e desfecho final do golpe.

   continue lendo »